Plano de manutenção ponte rolante


Porque devemos ter um plano de manutenção ponte rolante?


Na NR 18.14.1.6 está escrito que “toda empresa usuária de equipamentos de movimentação e transporte de materiais e ou pessoas deve possuir o seu Programa de Manutenção Preventiva conforme recomendação do locador, importador ou fabricante”.


Além da norma acima mencionada, ter um plano de manutenção ponte rolante garante em primeiro lugar a segurança das pessoas envolvidas na atividade de movimentação de carga, como também prevê as trocas de peças com desgaste, garantindo a disponibilidade operacional do equipamento. 


Periodicidade entre as manutenções


Um dos principais questionamentos é com relação a periodicidade entre as manutenções preventivas, a cada quanto tempo devemos realiza-las?


Nenhuma norma estipula a periodicidade entre as manutenções, mas conforme vimos acima, na NR18 mesmo fala que devemos observar as recomendações do fabricante.


Um outro ponte que devemos nos atentar é com relação ao regime de trabalho ao qual cada equipamento está submetido. Equipamentos instalados em uma oficina de manutenção, normalmente tem uma baixa demanda, um equipamento instalado em uma linha de produção pode ter uma demanda muito maior.

 

 

Cronograma de atendimento


Depois de entendido qual é a periodicidade ideal, é fundamental que seja criado e seguido um cronograma de manutenção.


Se a empresa tem sua equipe de manutenção interna própria, nada impede que ela crie em seu sistema (exemplo SAP) um cronograma de inspeções.


Por se tratar de um item extremamente crítico, as manutenções de equipamentos de movimentação de carga geralmente são terceirizadas. Dessa forma, desde que seja contratado uma empresa idônea, toda a responsabilidade fica por conta de uma empresa que tem conhecimento pleno na função.


Que tipo de inspeção devo realizar no plano de manutenção ponte rolante


Com toda certeza não faz sentido criar um plano de manutenção ponte rolante, elaborar um cronograma e não saber o que inspecionar.


Um equipamento é diferente do outro, tem itens de inspeções distintos, portanto à menos que seja exatamente o mesmo equipamento, devemos criar um checkilist especifico para cada equipamento.
Para criar um checklist devemos observar as recomendações do fabricante e todas as normas referentes ao equipamento, como por exemplo:


- Correntes de elos – ABNT NBR 11327
- Cabo de aço -Critérios de inspeção e descarte –NBR ISO 4309
- Gancho –ABNT NBR 11327


Conclusão


Esse poste visa esclarecer algumas dúvidas do segmento de manutenção de pontes rolantes e talhas e é apenas um resumo.
A JRM tem um software online de gerenciamento de manutenção, temos a solução completa para a realização no que diz respeito ao plano de manutenção ponte rolante e a manutenção propriamente dita de seus equipamentos.
Conte com a JRM para tirar todas as demais dúvidas que você ainda tenha. 

 


Mais uma vez saindo na frente dos concorrentes e com a intenção de dar mais facilidade aos nossos clientes, a JRM agora tem uma loja on-line onde você encontra diversos componentes para sua ponte rolante, talhas elétricas entre outros itens. Entre e confira.

Pague com
  • PagSeguro V2
  • PagSeguro V2
Selos

JRM SERVICOS E VENDAS DE EQUIPAMENTOS DE MOVIMENTACAO DE CARGA LTDA - CNPJ: 43.912.692/0001-57 © Todos os direitos reservados. 2022